O Município de Marvão promove sábado, dia 9 de Maio, o Percurso do Contrabando do Café/Ruta del Contrabando del Café, em homenagem aos antigos contrabandistas da raia.

O trajecto, de grau de dificuldade média/alta, tem cerca de nove quilómetros de extensão e está devidamente sinalizado e homologado.
Galegos, La Fontañera e Pitaranha são as localidades por onde o Percurso do Contrabando do Café vai passar. A partida para a caminhada está agendada para as 9 horas, junto à antiga Escola Primária dos Galegos, mas antes disso, os “caminheiros” poderão degustar as típicas migas de pão com carne de porco frita e “café do contrabandista”.
No regresso aos Galegos, os “contrabandistas” terão à sua disposição um retemperador almoço convívio, no edifício da antiga Escola Primária, onde se realizará também um pequeno Mercado de Produtos Locais, com a presença de produtores/empresários marvanenses e espanhóis.
Os caminhos sinuosos, outrora percorridos pelos contrabandistas, pretendem dar a conhecer uma zona de extraordinária beleza natural e paisagística. O trajecto tem um traçado maioritariamente inserido em antigos trilhos do contrabando, com passagens por pequenos aglomerados urbanos, historicamente ligados a esta temática.
No concelho de Marvão, o contrabando foi, durante largos anos, o principal sustento para muitas famílias, principalmente o de café, devido à existência de pequenas torrefacções no concelho. Esta actividade de alto risco realizava-se, essencialmente, durante a noite, para que fosse mais fácil escapar às patrulhas de guardas e carabineiros, que controlavam a fronteira entre os dois países. 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

MCPE aplaude redução de impostos anunciada por Rondão Almeida

O Movimento Cívico por Elvas (MCPE) manifestou o seu “agrado” com a “redução de impostos” …