A Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) vai voltar para a rua entre 1 e 5 de Novembro com o Peditório Nacional.

Este ano, para assegurar o sucesso da iniciativa, a LPCC lança a campanha “Os Heróis da Liga”, uma acção de recrutamento voluntário.

Com o mote “Seja herói da Liga. Seja um voluntário no peditório”, a iniciativa surge com o objetivo de recrutar, de forma voluntária, todos os interessados em participar no Peditório Nacional, a principal fonte de financiamento da Instituição e importante elo de ligação na sua relação com a comunidade.

Este momento relevante, na procura do apoio dos portugueses, permite dar seguimento a todas as iniciativas que a Liga promove, em prol do doente oncológico e do seu cuidador.

“O Peditório Nacional da LPCC é a imprescindível forma de poder dar resposta às muitas necessidades, a vários níveis, que os doentes oncológicos e respetivas famílias enfrentam. Permite ainda apostar na prevenção da doença e na investigação científica através da atribuição de bolsas, apoio a centros de investigação e formação em Oncologia. Por isso, seja voluntário no Peditório Nacional. Seja um herói da LPCC”, clarifica o Presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro, Eng.º Francisco Cavaleiro de Ferreira.

Este ano, a campanha dá ênfase a um inimigo perigoso que anda à solta e a solução passa pela ajuda de um grupo super-poderoso: Os heróis da Liga Portuguesa Contra o Cancro. Homens e mulheres corajosos, que angariam donativos para dar continuidade ao trabalho diário no combate ao cancro e apoio a doentes e familiares.

Seja também um super-herói, troque a capa por um colete, e ajude como voluntário no Peditório Nacional, de 1 a 5 de novembro, que decorre no Continente e nas ilhas da Madeira e Açores.

Inscreva-se como voluntário no Peditório Nacional da Liga Portuguesa Contra o Cancro em https://www.ligacontracancro.pt/peditorio.

As doenças oncológicas continuam a registar uma alta incidência em Portugal, em número de novos casos, com cerca de 60.000 novos diagnósticos a cada ano, constituindo-se como uma das principais causas de morbilidade, incapacidade e mortalidade no país, com profundo impacto nos doentes, nas famílias e na sociedade.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Combustíveis: Gasóleo e gasolina com descidas na próxima semana

Cada posto de abastecimento pode fazer o preço que entender, mas a tendência dos preços na…