A Câmara de Mértola tem a decorrer um projecto de recuperação da lebre ibérica e do coelho bravo no concelho, onde as populações de ambas as espécies estão a diminuir “drasticamente” devido a doenças.
O Projecto de Recuperação de Lebre Ibérica e Coelho Bravo (PRLIC) representa um investimento de 80 mil euros e será desenvolvido em quatro fases, ao longo de três anos, revelou à agência Lusa o presidente da autarquia alentejana, Mário Tomé.
“É mais uma medida de investimento para a preservação da caça e da biodiversidade do território”, justificou.
Na origem do projecto está o aumento de casos de doença hemorrágica viral e de mixomatose entre as populações de lebre ibérica e coelho bravo existentes no concelho, causando elevadas taxas de mortalidade nas duas espécies.
Por isso, o autarca espera que este “seja um projecto de sucesso e que consiga combater a diminuição de espécimes sentida ao longo dos últimos anos”.
Segundo Mário Tomé, o concelho “tem uma marca importante a defender, a Capital Nacional da Caça”, e para “continuar a assumir e agregar a Mértola esta marca é necessário sustentabilidade”.
A primeira fase do PRLIC, já concretizada, visou a criação de condições físicas em quatro parques que se situam na Zona de Caça Municipal.
Depois, em 18 de Outubro, foram colocados dentro dos parques animais de ambas as espécies que, na terceira fase, a implementar já em 2024, irão repovoar a Zona de Caça Municipal.
Por fim, a quarta fase do PRLIC assenta em “replicar este mesmo modelo nas outras zonas de caça do concelho de Mértola que sintam a necessidade de aumentar os seus efectivos de coelho bravo e lebre ibérica”.
“No final deste projecto, e tendo a recuperação da coelho e da lebre sido um sucesso, como esperamos, o que se pretende é implementar um projecto semelhante para a perdiz-vermelha”, concluiu Mário Tomé.
 
CYMP // ROC
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Combustíveis: Gasóleo e gasolina com descidas na próxima semana

Cada posto de abastecimento pode fazer o preço que entender, mas a tendência dos preços na…