Um homem de 39 anos foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas de ter violado uma rapariga de 14 anos, na zona de Saboia, no concelho de Odemira, distrito de Beja, foi hoje anunciado.
Em comunicado, a PJ indicou que o suspeito foi detido por elementos do Departamento de Investigação Criminal (DIC) de Portimão desta polícia por existirem “suspeitas de ter praticado dois crimes de violação agravada” contra a menor.
Segundo a PJ, os crimes de violação terão ocorrido, nos meses de setembro e outubro deste ano, no interior da residência onde ambos coabitavam.
“Aproveitando-se da proximidade e fácil acesso à vítima, o agressor, quando se encontravam sozinhos e sem vigilância da progenitora, com recurso a violência física, obrigou a menor a práticas sexuais”, assinalou.
Contactada pela agência Lusa, uma fonte da Polícia Judiciária referiu que a vítima é enteada do suspeito.
No comunicado, a PJ realçou que a rapariga foi obrigada pelo alegado agressor a “remeter-se ao silêncio” e só o quebrou “em âmbito escolar”.
O detido, com antecedentes por violência doméstica, foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.
A mesma fonte disse que o homem foi detido na quarta-feira e, após ser aplicada pelo tribunal a medida de coação mais gravosa, foi encaminhado para o Estabelecimento Prisional de Silves, no Algarve.
O inquérito é titulado pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) – Secção de Odemira.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

13 acidentes de viação com um ferido grave e oito condutores detidos em estado de embriagues na lista de ocorrências da GNR

As incidências mencionadas correspondem ao período entre 21 e 23 de Junho …