Muitas atividades ultrapassam barreiras linguísticas e culturas internacionais. Um dos melhores exemplos é o poder da música, que pode ajudar a conectar pessoas de todas as esferas da vida. Assim como a música, o jogo é outra tradição impregnada em praticamente todas as culturas.

Alguns historiadores afirmam que as primeiras evidências de jogos de casino remontam a centenas de anos, na época da Grécia Antiga, mas esta é apenas uma das menções possíveis.

As hipóteses são de que isso seja muito mais antigo, já que competir e ganhar dinheiro competindo, são duas coisas, que estão embutidas na genealogia humana.

A Roleta é provavelmente o melhor exemplo de como a cultura impacta o jogo. Embora não haja dúvida da imensa popularidade da Roleta, também existem muitos tipos de jogos de casino que fazem enorme sucesso, como o poker e o Blackjack.

Cultura Europeia do Jogo

Existem várias culturas no jogo europeu e é essencial segmentar as diferentes atitudes no continente para ter uma boa visão de quão amplo e variado é.

O Reino Unido, por exemplo, tem uma grande cultura de jogo, com empresas de casino digital que oferecem excelente entretenimento aos jogadores do país.

Lugares como Monte Carlo são pontos de jogo e atraem grandes apostadores e hóspedes que preferem o estilo de vida luxuoso, proporcionando um charme e uma aura totalmente, diferentes.

Quando pensamos em Monte Carlo, pensamos na cultura do jogo que foi cultivada e defendida para parecer elegante nos clássicos filmes de James Bond.

Não é apenas uma cultura, mas atua como uma extensão da sociedade saudável perpetuada por toda a estética de Monte Carlo. Por outro lado, os casinos do Reino Unido estão associados a uma atmosfera mais barulhenta e a agitada vida noturna.

História do jogo na Europa

Jogos como o Poker, Blackjack, Roleta e Slots são muito populares em casinos físicos e em casinos online. O que nem todos sabem, é que estes jogos tiveram origem em casinos europeus.

Embora alguns historiadores acreditem que esses jogos tiveram origem na França, alguns acreditam que o blackjack teve origem na sua forma mais primitiva na Itália, antes de realmente fazer sucesso nos casinos franceses.

Os jogos existem há centenas (talvez milhares) de anos e continuam a ser populares, ao serem capazes de se mover online sem esforço, expandindo-se e adaptando-se ao mundo e à cultura atuais centrados em dispositivos móveis.

Cultura do jogo em outros países

As leis de jogos de casino são muito mais restritivas em outros lugares, com alguns países proibindo-os completamente.

Na Ásia, países como a Tailândia permitem alguns jogos de casino, mas muitos são restritos; no Camboja, embora o jogo seja ilegal, muitas pessoas ainda participam de jogos de rua, como jogos de dados. Assim, embora possam enfrentar processos criminais, a cultura do jogo ainda existe.

Macau, na China, é uma área onde o jogo é legal e é a Las Vegas do Oriente. Embora Las Vegas possa ter mais notoriedade e presença no mundo do jogo, Macau ultrapassou-a em todos os sentidos imagináveis.

O dinheiro que flui por Macau é surpreendente e ilustra o tamanho do mercado.

É claro que, apesar da variedade de leis sobre jogos, ainda existe um mercado na maioria dos países para pessoas que procuram jogar em casinos ou em formas mais primitivas de jogo, como jogos de dados.

O Craps é um jogo de casino que é essencialmente uma versão de mesa de dados, com muita popularidade em Las Vegas, mas não experimenta os mesmos níveis de atividade nos casinos europeus, onde a roleta e o blackjack são os dois grandes favoritos.

Jogos de casino na América

A América tem uma história longa, detalhada e emocionante dos jogos de casino. Las Vegas sempre atuou como ponto central para os jogadores americanos, gerando bilhões de dólares em receitas todos os anos.

Em certos estados americanos, o jogo é proibido. Isto inclui todos os tipos de jogos de casino, apostas desportivas e competições de lotaria.

No entanto, ter uma área específica onde as pessoas possam jogar quando quiserem é provavelmente um bom equilíbrio entre a proibição total e o caos não regulamentado.

Os casinos online estão a achar mais fácil navegar em alguns dos ambientes regulatórios severos que vemos na América, e estão rapidamente a tornar-se a forma dominante de jogar para os cidadãos americanos, com fundos para o fazer.

Pensamentos finais

Embora possam existir aspetos específicos do jogo que são exclusivos de cada cultura, o tema predominante é que gostamos de jogar e podemos fazê-lo com frequência, em qualquer lugar, através dos casinos online. A única coisa que realmente muda é a nossa localização e o tipo de jogos a que temos acesso.

Aqueles que não podem viajar para um casino físico, podem entrar num casino online e acessar facilmente os jogos escolhidos sem precisar sair de casa, nos seus dispositivos móveis, seja um telemóvel ou um tablet.

Esta é a mudança cultural mais importante que vimos na indústria dos casinos; agora que os casinos online alinharam a cultura e a mentalidade do jogo através das fronteiras internacionais, cada vez mais empresas visarão um mercado digital global do que um mercado físico localizado.

Conteúdo patrocinado

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Ana Maria Santos
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

EcoXperience na Jocriauto com ofertas exclusivas

A Jocriauto, em Elvas, recebe a iniciativa EcoXperience, que se realiza entre 1 e 8 de Mar…