O Movimento Cívico Por Elvas efectuou no passado dia 29 de Novembro uma reunião que permitiu tirar ilações, entre as quais se encontram a surpresa pela retirada da confiança política do PS aos vereadores do partido no executivo e, ainda, a situação económica da Câmara de Elvas que permite efectuar vários investimentos nos próximos anos.

Leia o comunicado na íntegra:

“A Direção do Movimento Cívico Por Elvas – MCPE, reuniu na passada quarta-feira, dia 29 de novembro de 2023, num restaurante da nossa cidade, para mais uma reunião periódica.
Esta reunião teve como pontos da ordem de trabalhos a análise da atual situação política local e as grandes opções do plano para 2024.
No âmbito da atual situação política temos a destacar o facto de dias atrás, termos sido surpreendidos com a notícia da retirada da confiança politica, por parte da Concelhia Local do PS, aos seus vereadores, os quais por opção e aprovação do próprio PS, fazem parte do atual Executivo Municipal liderado pelo Presidente Rondão Almeida, trabalhando em clara sintonia com os demais eleitos do MCPE, provando dia a dia a sua inequívoca implicação e determinação em fazer parte do trabalho que o atual executivo está a realizar em prol de Elvas e dos Elvenses.
Na análise das grandes opções do plano para 2024, é inquestionável a transparente e excelente gestão dos dinheiros públicos, a qual se revela na diversidade de investimentos assertivos e economicamente sustentáveis previstos para 2024. Investimentos diversificados e abrangentes para dar resposta às necessidades da nossa população.
As preocupações do atual executivo liderado pelo presidente Rondão Almeida centram-se em dar resposta às preocupações dos Elvenses, tanto na área da habitação, como na área do emprego e na área social.
É grato assistir à forte aposta do atual executivo na sua Estratégia Local de Habitação, para resolver os problemas da habitação de cerca de 200 agregados familiares até 2026.
Na área económica, realça-se o investimento previsto para a requalificação de artérias do centro histórico, como a Rua de Alcamim, Rua da Feira e Travessas adjacentes. Requalificação esta que será complementada com a criação de novas zonas de estacionamento para servir tanto o comércio como os residentes com o projeto do parque subterrâneo na zona do antigo parque da Shell.
De realçar também, nesta área, os incentivos que irão ser criados a partir de fevereiro, para apoio ao comércio tradicional, com uma verba da ordem dos 200 mil euros para que os munícipes possam utilizar nas épocas da Páscoa e do Natal.
Para além desta vertente comercial, e com o apoio do atual governo, o executivo em exercício está a enveredar todos os esforços para criar um parque empresarial na zona do Caia, mais concretamente na Herdade da Comenda, na qual já foram desbloqueados mais de uma centena de hectares para o efeito.
Na área social, o executivo irá continuar a manter todos os apoios e ser o recordista do número de atribuições de bolsas estudo do país, podendo realçar as 200 bolsas, que ascendem a um investimento de 300 mil euros, enquanto na maioria do país a atribuição de bolsas varia entre as 20 e 50 bolsas.
É clara a pretensão de viabilizar a construção de um Centro Social junto á Igreja de Santa Luzia e a criação de um novo Centro de Convívio no Bairro de Santo Onofre para o qual já foi adquirido pelo município um espaço para o efeito.
De igual forma, o executivo, prevê realizar grandes investimentos na área da Cultura e do Turismo, como é exemplo o investimento de cerca de 2 Milhões de Euros na Requalificação do Cineteatro, o investimento de cerca de 1,5 Milhões de euros na segunda fase de recuperação do Aqueduto da Amoreira e aproximadamente mais 2 milhões para a recuperação do Castelo, do Paiol de Santa Bárbara, da Casa António Sardinha e a criação do Parque de Caravanas.
De evidenciar também a recente aquisição por parte do Município do imóvel da Sociedade 1º de Dezembro, vulgarmente conhecida por “Azevia”, que vai ser alvo de requalificação total dado o avançado estado de degradação em que se encontra.
Vai dar-se continuidade à requalificação do Jardim Municipal com um campo de minigolfe e outros equipamentos de animação como kartings e Barcos a remos.
Na área da educação será realizado um investimento de cerca de 5 milhões de euros, na Escola E.B. 2,3 nº2 de Elvas sita no bairro da Boa-Fé e na Escola Básica de Vila Boim.
Nunca esquecendo as nossas freguesias rurais, à semelhança do que tem vindo a ser feito, por este executivo, na sede do Concelho, são alvo de constantes investimentos tais como os novos loteamentos que estão a ser construídos em São Vivente e Ventosa com 16 novos lotes, Santa Eulália com 27 novos lotes e na Terrugem, sendo, este último, o de maior dimensão com 80 novos lotes de construção.
Em Santa Eulália, o Lar irá ser ampliado para dar capacidade a mais 21 camas e será iniciada em breve a construção de uma pista pedonal circular à povoação.
Os lares de Vila Fernando e de São Vicente e Ventosa irão também ser requalificados e ampliados.
Na Freguesia da Terrugem, vai também ser requalificado o Parque de Festas e o Parque de Caravanas.
Em Vila Boim, para além da requalificação de grande parte das ruas, irá passar a contar com uma piscina municipal à semelhança das de Santa Eulália e da Terrugem.
Por outro lado, ficamos muito satisfeitos ao saber da situação económica da Câmara Municipal de Elvas que, apesar das dificuldades encontradas, conseguiu nestes 2 anos ter sempre superávit o que vai permitir fazer face ao que são os investimentos previstos nas grandes opções do plano para 2024.
Além deste momento de trabalho, aproveitamos para realizar o nosso Jantar de Natal, o qual é mais um reflexo inequívoco de amizade, proximidade, colaboração e empatia entre todos os membros do MCPE.
O MCPE vem deste modo, mais uma vez, manifestar o seu apoio incondicional aos membros do atual executivo camarário que dia a dia trabalham em prol do futuro de Elvas”.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Ponte de Sor marca presença na BTL

O Município de Ponte de Sor está representado na BTL - Bolsa de Turismo de Lisboa, para pr…