A Câmara Municipal de Elvas aprovou a proposta de alteração da Organização, Estrutura e Funcionamento dos Serviços da Câmara Municipal de Elvas, na reunião do executivo realizada esta segunda-feira, dia 4, no salão nobre dos Paços do Concelho, por unanimidade.

Os eleitos aprovaram, por maioria, com um voto contra, a manutenção da taxa de Participação do Município nos Impostos do Estado – IRS 2023, para o próximo ano.

Aprovado o protocolo no âmbito do apoio à alimentação e a proposta de Apoio Económico.

O programa do Carnaval Infantil 2024 foi aprovado, contemplando o desfile infantil, nos moldes de anos anteriores.

Aprovada a proposta de cedência de habitação social para emergência social, assim como a listagem definitiva do concurso de habitação social.

A proposta de cessação do concurso relativo à concessão e exploração da cafetaria e esplanada do Castelo e concessão, adaptação e exploração do edifício do Paiol de Santa Bárbara foi aprovada, pelo facto de para aquele espaço estar prevista a elaboração de uma candidatura.

Aprovado o programa da 23ª Conferência Regional da OCPM – Organização das Cidades Património Mundial.

O executivo aprovou a doação de equipamentos ao Clube do Diabético de Elvas.

A proposta de protocolo entre o Município de Elvas e o Banco Santander Totta foi aprovada, no âmbito do mecenato cultural com o Museu de Arte Contemporânea de Elvas.

Aprovada, com uma abstenção, a Revisão Orçamental n.º 4.

Os eleitos tiveram conhecimento da proposta de Escalas de Turnos de Serviço das Farmácias – Ano 2024.

Aprovada a cedência da Casa das Barcas à Casa de Acolhimento Residencial d’Os Cucos.

Atribuídos apoios à APPACDM, Clube de Futebol Os Elvenses, O Elvas” CAD, Centro Recreio Popular da Boa-Fé, Rancho Folclórico de Elvas e Juventude Desportiva da Terrugem.

Antes da ordem do dia, o presidente da Câmara Municipal de Elvas informou o executivo da aquisição de dois imóveis, o primeiro respeitante às instalações onde se encontra sedeada a Sociedade Recreativa 1º de Dezembro, e o segundo de uma fração no Bairro de Santo Onofre.

No que diz respeito ao imóvel da Rua Aires Varela, o comendador José Rondão Almeida, explicou que os antigos proprietários não quiseram vender o imóvel ao Município, apesar dos vários esforços feitos para o efeito, sendo que agora, com os novos proprietários foi possível chegar a acordo para a aquisição.

No que diz respeito ao Bairro de Santo Onofre, o objetivo é dotar este bairro residencial de um equipamento que permita o convívio entre os residentes, tal como já acontece em outros locais do concelho.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Combustíveis: Gasóleo desce, gasolina sobe

A partir da próxima segunda-feira, o gasóleo vai manter a tendência recente de descida, en…