Em antecipação à comemoração dos 50 anos da revolução de abril, a Associação Portuguesa de Imprensa anuncia a escolha simbólica da cidade da Covilhã, situada no interior do país, como palco das celebrações do Dia Nacional da Imprensa.

Este evento destaca o papel fundamental da Imprensa como pilar da liberdade e da democracia, especialmente face aos desafios que enfrenta nos territórios que mais distam dos grandes centros. O encontro teve lugar ao longo do dia 7 de dezembro no Edifício da Assembleia Municipal da Covilhã.

O programa do Dia Nacional da Imprensa iniciou-se às 9h, seguido por uma sessão solene de abertura com representantes da Câmara Municipal da Covilhã, da Associação Portuguesa de Imprensa e da Universidade da Beira Interior. Destacaram-se temas como o novo contrato coletivo de trabalho dos jornalistas, desafios na distribuição postal e testemunhos do Parlamento Europeu. O período da tarde abordou a sustentabilidade do negócio jornalístico, o papel das plataformas digitais, a defesa da imprensa e a importância dos direitos autorais.

O ponto alto do evento é um jantar de gala, que culmina com a entrega de prémios a profissionais destacados no campo da comunicação. Este momento não apenas celebra as conquistas presentes, mas também serve como uma reflexão conjunta sobre o passado e o futuro da Imprensa, unindo a memória da Imprensa aos desafios e oportunidades que aguardam as gerações vindouras.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Ponte de Sor marca presença na BTL

O Município de Ponte de Sor está representado na BTL - Bolsa de Turismo de Lisboa, para pr…