Passaram quatro meses desde que o PSD de Elvas mostrou “preocupação” pelo município fazer uma “manutenção curativa e não preventiva” dos equipamentos municipais e do património no concelho.

O partido, em comunicado, salienta que “tudo continua igual” quatro meses depois do alerta da Comissão Política Concelhia do PSD de Elvas, dando como exemplos a Rua dos Lagares, a entrada do Museu de Arte Contemporânea e o Forte da Graça.

“A quantas mais derrocadas assistiremos?”, questiona o partido. Os sociais democratas manifestam “preocupação” pela “falta de resposta e rapidez” por parte da Câmara Municipal.

“A Rua dos Lagares continua fechada há mais de um ano devido ao perigo de queda da muralha fernandina e a entrada principal do Museu de Arte Contemporânea continua interdita há meses por causa do telhado. Também o património classificado está num estado danoso, em particular as guaritas das muralhas e fortes. Uma guarita caiu no Forte da Graça, em Setembro de 2021, e há mais de dois anos que se aguarda a sua reconstrução“, concluiu a Comissão Política Concelhia do PSD Elvas.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Olivença: Empresa espanhola vai investir em centro de produção de amêndoas

O grupo espanhol Almendras Llopis vendeu 450 hectares de terrenos agrícolas no Baixo Alent…