Costumes dos ‘Romeiros de Esperança’ embelezam galeria municipal do templo recentemente reabilitado.

Uma das diversas mais-valias do Convento de Nossa Senhora da Luz reside na possibilidade de, uma vez que a infraestrutura tem em si alojada a galeria municipal, mostrar, no espaço, aquilo que são os trabalhos dos artistas ou das associações do concelho e da região, algo que aconteceu logo após a cerimónia de inauguração e que agora se repete.

Desta feita, são os ‘Romeiros de Esperança’ os protagonistas desta mostra, que inclui uma série de fotografias que retratam a atividade da coletividade desde a sua fundação, peças típicas e tradicionais de romarias e ainda um conjunto de miniaturas em madeira elaboradas pelo artesão local, Belmiro Gonçalves.

Foi precisamente com um agradecimento ao artista que, na inauguração da exposição, que decorreu na tarde de quinta-feira, dia 15 de fevereiro, o presidente da Associação Cultural e Recreativa ‘Os Romeiros de Esperança’, José Bicho, iniciou o seu discurso no qual manifestou o desejo de que o acervo ali exposto seja por muitos visitado e que a todos agrade, expressando ainda a sua gratidão perante a Câmara Municipal pela colocação de tão nobre espaço ao dispor da coletividade.

Por sua vez, o presidente do Município de Arronches, João Crespo, sublinhou que este espaço estará sempre disponível para receber todos os arronchenses, sobretudo para a promoção de eventos culturais.

O edil realçou ainda a dinâmica com que a associação em questão participa em diversas iniciativas, antes de terminar com um agradecimento ao público presente, entre o qual se encontravam, entre outros, o vice-presidente e a vereadora da autarquia, Paulo Furtado e Maria João Fernandes, o presidente da Assembleia Municipal, José Bigares, os presidentes das Juntas de Freguesia de Assunção, Esperança e Mosteiros, respetivamente Pedro Fernandes, Luís Janeiro e Diamantino Pinto e o alcaide de La Codosera, Juan Gomez Herrera.

De realçar que a exposição irá estar patente no Convento de Nossa Senhora da Luz até ao próximo dia 15 de março, podendo ser visitada de terça a domingo, entre as 09H30 e as 13H00 e as 14H00 e as 17H00, horário em que o espaço se encontra aberto ao público.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Portugal vai acabar por ter casos de dengue, mas vai demorar

já houve casos em Espanha - 10 casos entre 2016 a 2020 -, mas até ao momento não houve cas…