Vinte e um produtores de vinho do Alentejo, entre os quais a Adega Herdade das Aldeias de Juromenha, participam na edição deste ano da ProWein, considerada a maior feira vitivinícola do mundo, que vai ter lugar em Düsseldorf (Alemanha), entre 10 e 12 de Março.

“Vamos levar toda a nossa gama de vinhos, porque é uma feira de mercado internacional onde há de tudo. Há desde o vinho da gama de entrada e intermédio até chegar aos reservas e aos topos que nós temos”, disse ao “Linhas de Elvas” José Caldes.

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) revelou, em comunicado, que vai marcar presença no certame, sendo a região representada este ano por 21 produtores e 160 vinhos em prova.

“Este ano, o Alentejo estará em peso neste certame”, frisou a CVRA, destacando que, pela primeira vez, também irá participar na iniciativa a Agência Regional de Promoção Turística do Alentejo (ARPTA).

Uma ‘aliança’ para que, “além dos vinhos, também a excelência do enoturismo da região esteja em destaque”, disse a comissão vitivinícola.

No que à CVRA diz respeito, lembrou o presidente da comissão, Francisco Mateus, este será o 16.º ano de participação na ProWein.

A feira, considerada “a maior do mundo” nesta área, constitui “sempre uma mais-valia para espelhar numa montra internacional o que de melhor se produz em Portugal no sector vitivinícola”.

“Tendo sempre em mente que nestes eventos estão presentes tanto produtores como outros ‘stakeholders’, o nosso objectivo passa por reforçar a notoriedade da região, tanto ao nível da excelência dos nossos néctares, como pela oferta dos enoturismos”, reforçou Francisco Mateus.

Em 2023, o certame contou com 6.000 expositores, oriundos de 60 países, e recebeu 49.000 visitantes, de 141 nacionalidades distintas.

A CVRA, criada em 1989, é responsável pela protecção e defesa da Denominação de Origem Controlada (DOC) Alentejo e da Indicação Geográfica Alentejano, certificação e controlo da origem e qualidade, promoção e fomento da sustentabilidade.

A comissão vitivinícola lembrou que o Alentejo é líder nacional em vinhos certificados, com cerca de 40% do valor total das vendas num universo de 14 regiões vitivinícolas em Portugal.

Com uma área de vinha superior a 23.000 hectares, 30% da sua produção é exportada para cinco destinos principais: Brasil, Suíça, Estados Unidos da América, Reino Unido e Polónia.

O Alentejo é uma das duas únicas regiões do mundo que produz Vinho de Talha há mais de 2.000 anos.

A região é ainda detentora de uma iniciativa pioneira, o Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo, que tem como objectivo melhorar as práticas utilizadas nas vinhas e adegas, produzindo uvas e vinho de qualidade e economicamente viáveis.

Redacção com Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Portugal vai acabar por ter casos de dengue, mas vai demorar

já houve casos em Espanha - 10 casos entre 2016 a 2020 -, mas até ao momento não houve cas…