A 40ª Ovibeja, inaugurada pelo Primeiro-Ministro, Luís Montenegro, e encerrada pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, teve mais visitantes que no ano anterior, com uma média diária de 20 mil entradas, mais expositores, mais iniciativas, mais membros do governo, tendo registado um elevado grau de satisfação por parte de expositores e de visitantes, de acordo com inquéritos realizados no decorrer da feira.

Entre as muitas iniciativas integradas na 40ª Ovibeja, é de referir o 13º Concurso Internacional de Azeite Virgem Extra – Prémio CA Ovibeja, cujos prémios foram entregues em cerimónia realizada no decorrer do evento. A edição deste ano do concurso recebeu 113 amostras de azeites provenientes de nove países, embora a maioria tenha sido proveniente de Portugal e Espanha. Os cerca de 30 elementos do Júri, presidido por José Gouveia, professor catedrático, também são oriundos de nove países.

O evento deste ano contou também com a realização de mais colóquios, com todos os dias preenchidos, e com a participação de mais pessoas interessadas nos temas propostos. Foi criado um Pavilhão novo, de Inovação e Tecnologia, com muitas dinâmicas criadas pelos centros de competências presentes e pela região convidada, a região do Fundão.

Um dos momentos altos da feira foi a comemoração dos 10 anos de elevação do Cante Alentejano a Património Cultural e Imaterial da Humanidade pela UNESCO, com a participação de mais de mil cantadores, de várias dezenas de grupos de todo o país, numa iniciativa conjunta entre a ACOS, a Casa do Alentejo, Entidade Regional de Turismo do Alentejo, Município de Beja e Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo. Com muita adesão e animação esteve também o Palco Filhos da Terra criado para dar voz aos músicos da região, especialmente os mais novos.

Com o encerramento de uma edição da Ovibeja começa a ser preparada a seguinte. A data da próxima edição já está definida para a semana de 30 de abril a 4 de maio. Como novidade já delineada conta-se a região convidada que em 2025 vai ser a dos Açores. A decisão foi tomada no decorrer da visita do Secretário Regional de Agricultura dos Açores, António Ventura. No próximo ano deverá também regressar a presença do Ministério da Agricultura e Pescas no Pavilhão Institucional.

Principais preocupações transmitidas ao Ministro da Agricultura

A feira contou com a presença e participação em colóquios, do Ministro da Agricultura, José Manuel Fernandes, da Ministra do Ambiente e Energia, Maria da Graça Carvalho, assim como de vários secretários de Estado. O Ministro da Agricultura reuniu-se ainda com a Direção da ACOS para se inteirar sobre as principais preocupações e expectativas dos agricultores alentejanos. A Direção da ACOS fez referência às questões da gestão da água, no regadio e sequeiro, a Política Agrícola Comum e a execução do PEPAC, as alterações climáticas e a apoios imprescindíveis à revitalização das atividades económicas e sociais em meio rural.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Homem de 36 anos esfaqueado e mulher levada pela PJ para interrogatório

Um homem, de 36 anos, foi esfaqueado esta madrugada no interior da sua residência, em Sine…