O Comando Territorial de Portalegre, através do Posto Territorial de Portalegre deteve ontem, dia 12 de junho, um homem de 89 anos por posse de armas e munições proibidas, no concelho de Portalegre.

No âmbito de uma investigação por introdução em lugar vedado ao público e por caça em terreno não cinegético (a menos de 250 metros de uma habitação), os militares da Guarda realizaram diligências que permitiram apurar a identidade do suspeito. No seguimento da ação, foi dado cumprimento a um mandado de busca domiciliária, no decorrer do qual foi possível constatar que o indivíduo era detentor de duas armas e quatro munições proibidas, motivo que levou à sua detenção.

No decorrer da ação, foram apreendidas diversas armas e munições, nomeadamente: oito armas de caça, uma caçadeira de canos serrados uma arma de ar comprimido um punhal, 128 munições de diversos calibres.

O detido foi constituído arguido e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Portalegre.

A ação contou com o reforço dos militares do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) e do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA), do Destacamento Territorial de Portalegre.

A GNR relembra que, de acordo com a Lei n.º 5/2006, de 23 de fevereiro, referente ao Regime Jurídico das Armas e Munições, quem, sem se encontrar autorizado, detiver, transportar, guardar, comprar ou adquirir qualquer arma elencada no n.º 1 do Artigo 86.º do mesmo diploma, encontra-se a incorrer no crime de posse de arma proibida.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Hospital de Évora com constrangimentos no Serviço de Urgência Polivalente

O hospital de Évora está com constrangimentos no funcionamento do Serviço de Urgência Poli…