A Guarda Nacional Republicana  realiza a partir de hoje,14 de Junho e até 15 de Setembro, uma operação de patrulhamento geral, de apoio e  fiscalização, com particular ênfase na adoção das medidas de reforço das condições de segurança dos cidadãos nacionais e estrangeiros, nos locais de veraneio, eventos, estabelecimentos e locais de diversão noturna, nos principais eixos rodoviários, nas fronteiras, nas suas residências e ainda direcionadas para a proteção da floresta, com o objetivo de garantir a segurança, a ordem e a tranquilidade públicas em todo o território nacional.

O Verão acarreta a afluência de pessoas às zonas turísticas da área de responsabilidade territorial da Guarda, o que resulta num aumento exponencial de população flutuante, nacional e estrangeira. Isso exige um esforço acrescido da GNR para garantir a sua segurança e dos seus bens, assim como a tranquilidade pública. Em consequência disto, esta época caracteriza-se ainda por uma diminuição da população nas áreas de residência habitual, o que faz com que algumas habitações fiquem desabitadas durante períodos de tempo prolongados, pelo que importa prevenir a ocorrência da criminalidade associada.

Nesse sentido, a GNR irá empenhar várias valências de reforço, de forma flexível, em ações coordenadas de sensibilização, patrulhamento e de fiscalização, dando especial atenção para: garantir a sua missão de vigilância na orla costeira, considerando também praias e locais junto à costa; intensificar o patrulhamento junto aos estabelecimentos de diversão noturna e de maior aglomerado de pessoas, bem como garantir a segurança de eventos, festas e romarias sazonais; reforçar as ações de apoio, regularização e fiscalização da circulação rodoviária, com particular ênfase junto dos principais eixos rodoviários, nas vias de comunicação com maior sinistralidade e volume de tráfego mais intenso, de modo a proporcionar e reduzir a sinistralidade e proporcionar as deslocações em segurança; promover o policiamento de proximidade junto das zonas residenciais para alertar sobre procedimentos de segurança a adotar para prevenção de situações de furto e roubo em residência, ocorridos em especial durante a ausência dos cidadãos no período das férias de verão, divulgando em simultâneo o Programa “Verão Seguro – Chave Direta”; garantir a prevenção, vigilância e deteção de incêndios rurais para assegurar a proteção da natureza e do ambiente; Fiscalizar a permanência de cidadãos estrangeiros, em estabelecimentos ou operadores económicos suscetíveis de manterem práticas irregulares, com especial incidência nas zonas críticas de afluência laboral de veraneio, de modo a contribuir para as condições de trabalho adequadas.

Para promover e facilitar o policiamento de proximidade, no que se refere aos turistas estrangeiros, e no âmbito da cooperação internacional, a Guarda irá realizar diversas ações de patrulhamento misto e conjunto, em vários pontos do país, com a Guardia Civil, a Gendarmerie Nationale francesa e a Arma dei Carabinieri italiana, contribuindo para reforço do clima de segurança de quem visita Portugal. Para além do patrulhamento misto, a Guarda irá ainda garantir o atendimento, acolhimento e encaminhamento diferenciado, para estes cidadãos em específico.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Hospital de Évora com constrangimentos no Serviço de Urgência Polivalente

O hospital de Évora está com constrangimentos no funcionamento do Serviço de Urgência Poli…