Seis meses depois de um protesto que juntou centenas de pessoas à porta do Centro de Saúde de Avis, a população volta a expressar insatisfação sobre os cuidados de saúde prestados pelo SNS no concelho.

Nesse sentido, os populares viajam dia 3 de Julho até Portalegre para realizarem uma manifestação junto ao Hospital Dr. José Maria Grande, “em defesa do direito à saúde da população do concelho de Avis”.

Os utentes dizem-se insatisfeitos com uma situação que permanece inalterada, e que está “a deixar a população sem cuidados de saúde essenciais”. Entre as falhas apontadas “a falta de médicos continua a ser o maior problema: existe apenas um médico efetivo a meio termo e dois em regime de prestação de serviços, sendo que um deles tem estado de licença ao longo dos últimos meses”.

Em consequência, são reclamadas “soluções urgentes no acesso aos cuidados de saúde, comprometidos quer pelo deficiente funcionamento do Centro de Saúde de Avis, quer pela falta de atendimento das populações nas Extensões nas Freguesias que, sem recursos humanos suficientes, não prestam o serviço que deveriam, ou simplesmente, continuam encerradas”.

A manifestação marcada para o próximo dia 3 está a ser organizada pelo Município de Avis e pelas Freguesias/Uniões de Freguesias do Concelho, que asseguram o transporte dos participantes. Quem pretender juntar-se ao protesto deve inscrever-se até dia 1 de Julho nas Juntas e Uniões de Freguesia do Concelho.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Hospital de Évora com constrangimentos no Serviço de Urgência Polivalente

O hospital de Évora está com constrangimentos no funcionamento do Serviço de Urgência Poli…