A 28 de Abril, o Linhas de Elvas acompanhou Mário Dias pelas ruas do centro Histórico da sua amada Elvas. Desta vez montado na sua bicicleta pasteleira, com 98 anos, equipada com uma coluna portátil e um equipamento do Sporting Clube de Portugal, comemorando a conquista do campeonato pela mão do, igualmente fervoroso adepto, Mário Dias.
Desta feita, Mário Dias vestiu-se a preceito no dia 6 de Maio, poucas horas depois do clube do seu coração se sagrar campeão nacional de futebol pela vigésima vez.
Da sua casa pedalou até ao centro histórico da cidade e, na Praça da República, mostrou o seu amor ao emblema de Alvalade.
“Não fujo àquela regra das cem por cento de pessoas que gostam e celebram as vitórias dos seus clubes. Este ano a equipa do Sporting mostrou-se muito homogénea, muito compacta e tivemos um estilo de jogo muito diferente de outros anos. Acho que fomos merecedores deste campeonato, incluindo os jogadores, treinador e todos os sportinguistas”, destacou o elvense.


Com 80 anos só a pasteleira que traz consigo o supera nos números do Cartão de Cidadão. Mário Dias vestiu também uma camisola dos veteranos com as cores do leão “com 30 ou 35 anos”. Além disso, muniu a bicicleta com uma coluna bluetooth que o permitiu escolher a música através do telemóvel e de uma ligação à internet.
Na ocasião, dizia à reportagem que  os adereços do leão não ficavam por aqui. Um cachecol, um peluche com a inscrição “sportinguista sempre” e um corno pintado pelo malogrado elvense António José integram todo o cenário com as cores do Sporting.
Sócio do Sporting Clube de Portugal, Mário Dias esteve sempre ligado como dirigente associativo ao Núcleo Sportinguista da cidade.

Segundo nos revelou, ainda tinha intenção de a adquirir uma casa para poder ser a casa do Sporting em Elvas. Quis o destino, e uma maleita que o perseguia ultimamente, que não concretizasse mais este seu sonho. Esse e o de voltar a ver o seu Sporting campeão na próxima época.

O fervor que colocava pelo seu clube era o mesmo com que defendia as cores de “O Elvas” e da sua cidade, a qual sentia que, por vezes, poderia estar bem melhor.

O Linhas de Elvas endereça a toda a família de Mário Dias as mais sentidas condolências.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Nove acidentes de viação com um ferido grave e quatro detenções por embriaguez ao volante, entre as ocorrências da GNR

O Sargento Chefe Vítor Rato resume a atividade operacional do Comando Territorial de Évora…