Quatro pessoas morreram e 23 ficaram feridas com gravidade nos mais de 1600 acidentes registados pela Guarda Nacional Republicana (GNR) durante a Operação Páscoa 2024, segundo um balanço provisório divulgado esta terça-feira.

Em comunicado, a GNR informa que na Operação Páscoa 2024, que decorreu entre os dias 25 de Março e 1 de Abril, foram registados 1647 acidentes, dos quais resultaram quatro mortos, 23 feridos graves e 442 feridos ligeiros.

Durante a operação houve uma intensificação de patrulhamento e acções em todo o território nacional, durante as quais foram fiscalizados 42.315 condutores, dos quais 427 conduziam com excesso de álcool no sangue. Destes, 224 foram detidos por apresentarem uma taxa igual ou superior a 1,2 g/l.

O balanço provisório indica que foram também detidas 108 pessoas por conduzirem sem habilitação legal.

No mesmo período, foram detectadas 6592 infracções rodoviárias, 1453 por excesso de velocidade, 1012 por falta de inspecção periódica obrigatória, 297 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório e 230 por anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização.

A GNR registou 199 casos de uso indevido do telemóvel durante a condução e 180 situações de falta ou incorrecta utilização do cinto de segurança e/ou cadeirinhas para crianças.

No que se refere ao combate e à prevenção da criminalidade, a GNR deteve 24 pessoas por tráfico de estupefacientes, 28 por furto e nove por posse ilegal de armas e arma proibida.

Durante o período da Operação Páscoa 2024, os militares realizaram uma série de acções que privilegiaram o contacto pessoal com 305 pessoas idosas que vivem sozinhos e/ou isolados, no sentido de as sensibilizar e alertar para a adopção de comportamentos de segurança para reduzir o risco de se tornarem vítimas de crimes.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Portugal vai acabar por ter casos de dengue, mas vai demorar

já houve casos em Espanha - 10 casos entre 2016 a 2020 -, mas até ao momento não houve cas…